CURTAS POPPORN

84 Minutos

 

KINKY KITCHEN COZINHA PERVERTIDA Bea Hoeller Alemanha, 2018, 2'
CRIOLO - ETÉREA CRIOLO - ETÉREA Gil Inoue & Gabriel Dietrich Brasil, 2019, 5'
MAKING OF DE CRIOLO - ETÉREA MAKING OF DE CRIOLO - ETÉREA Tino Monetti & Pedro Inoue Brasil, 2019, 9'
WICKED WOMEN MULHERES DURONAS Anna Brownfield Austrália, 2018, 6'
A FOME DA CARNE A FOME DA CARNE Teatro da PombaGira Brasil, 2019, 5'
BONDS LAÇOS Marileo Itália, 2018, 9'
SR. RAPOSO SR. RAPOSO Daniel Nolasco Brasil, 2018, 23'
TEA FOR TWO TEA FOR TWO Julia Katharine Brasil, 2018, 25'

COZINHA PERVERTIDA

(KINKY KITCHEN, dir: Bea Hoeller, Alemanha, 2018, 2 minutos)

Utensílios de cozinha e mantimentos estão ganhando uma vida própria. Em um momento íntimo, cheios de luxúria, eles interagem de maneira atípica. O espectador experimenta o prazer de sua sensualidade através de sons que a princípio os colocam no caminho errado.

CRIOLO - ETÉREA (videoclipe)

(CRIOLO - ETÉREA, dir: Gil Inoue e Gabriel Dietrich, Brasil, 2019, 5')

Mais recente clipe e projeto de Criolo, "Etérea" traz performers de 8 coletivos LGBTQ+ brasileiros que interpretam e dão vida com seus corpos à 1a faixa musical eletrônica do rapper e cantor. 

CRIOLO - ETÉREA (making of)

(CRIOLO - ETÉREA, dir: Pedro Inoue e Tino Monetti, Brasil, 2019, 9')

Ákira Avalanx, D'Avilla, Fefa, Flip, Kiara, Juju ZL, Transalien e Zaila, protagonistas do clipe de "Etérea", falam sobre o trabalho que desenvolvem com seus coletivos, a situação atual da cultura queer no Brasil e as vontades, medos e anseios de um futuro político incerto. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MULHERES DURONAS

(WICKED WOMEN, dir: Anna Brownfield, Austrália, 2018, 6')

Como uma reação ao movimento lésbico politicamente correto dos anos 80, Jasper (Francine) Laybutt e Lisa começaram uma revista em 1988, desafiando as idéias do sexo entre mulheres. Usando imagens lúdicas e texto, "Wicked Women" não foi apenas pornografia, mas uma exploração do prazer sexual em todas as suas formas, incluindo S&M. 

A FOME DA CARNE 

(A FOME DA CARNE, dir: Teatro da PombaGira, Brasil, 2019, 5')

Sua carne tem fome do que? Como podemos ouvir as súplicas do corpo em nome da mais sagrada fome: o desejo. Buscando dilacerar essas questões do corpo homossexual masculino de forma íntima, visceral e poética. Dessa forma o Teatro da PombaGira dá sequência a sua pesquisa Homo Eros, agora em vídeo. Celebrando a potência dos corpos que desprendidos da cultura conservadora dos dias atuais flertam com suas peles e entranhas numa vertigem erótica e irracional.

LAÇOS

(BONDS, dir: Marileo Horse, Itália, 2018, 9')

Leo, como homem, torna-se uma mulher para satisfazer o desejo de sua amante. Mas a senhorita Electra não ficará satisfeita nem com a escravidão simbiótica feminina nem com a escravidão aberta. Ela continua sendo perpetuamente infeliz e insatisfeita até que finalmente Leo decide se transformar em um animal para satisfazê-la.

SR. RAPOSO

(SR. RAPOSO, dir: Daniel Nolasco, Brasil, 2018, 23')

Em 1995 Acácio teve um sonho, ele andava de mãos dadas com um homem e uma mulher por um campo todo verde. Sr. Raposo, do amigo e parceiro do festival Daniel Nolasco, é um documentário encenado sobre o cotidiano de Acácio, que descobriu que era soropositivo durante os anos 90.

TEA FOR TWO

(TEA FOR TWO, dir: Julia Katharine, Brasil, 2018, 25')

No belo filme debut de Julia Katharine, o 1o filme dirigido por uma pessoa trans a estrear em circuito comercial no Brasil, Silvia (interpretada pela genial Gilda Nomacce) é uma cineasta de meia idade em crise com sua vida. Na mesma noite em que é surpreendida pela visita da ex-esposa, que a largou há alguns anos, ela conhece uma outra mulher que a fascina.

VOLTAR PARA GRADE